quarta-feira, 30 de setembro de 2015

"Só peço a Deus que a trama das palavras desperte nossas falas 
e nos ajude a escrever poemas que despertem resposta em quem não
 sabe responder. Só peço a Deus que o drama dos altares rebrilhe
 nos olhares e venha em nós se eternizar e faça gerar sonhos 
naqueles que não sabem mais sonhar..."

((Pe. Fábio de Melo))

Nenhum comentário: