sexta-feira, 26 de junho de 2015

"É admirável perceber o rasgo que a intensidade dos sentimentos nos causa, 
e depois, a delicada costura do tempo a restituir o perdido".

((Pe. Fábio de Melo))

Nenhum comentário: