terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

"O lugar onde eu mais aprecio estar é o vasto e arejado jardim do 
coração tranquilo.Nele, não sinto necessidade de entender coisa alguma. 
Não pergunto nada e nem preciso responder. O falatório desgastante, 
geralmente improdutivo, dos pensamentos abre espaço para o sorriso bom da paz.
Nele, os problemas todos continuam a existir, as pendências, as dores, 
os embaraços, mas assim mesmo eu descanso.  As coisas são como podem 
ser e eu não tento interromper o fluxo da vida."


((Ana Jácomo))

Nenhum comentário: