segunda-feira, 19 de maio de 2014

Há dias exclusivos para que façamos os deveres de casa, 
tecidos mesmo com as linhas do aconchego e da ternura; 
dias para olhar pra dentro, deixar a alma hibernar, juntar 
os pensamentos dispersos, equilibrar a corda bamba da vida 
e abraçar somente as nossas vontades. 

Há dias que nascem para que sejamos a nossa própria prioridade; 
para que preparemos o depois em silêncio e sem pressa... 
Há dias que se querem exclusivamente nossos!

((Aíla Sampaio))

Um comentário:

guiomar disse...

há momentos na vida em que já acordamos com a alegria estampada no rosto, vontade de sair gritando para o mundo de tanta felicidade, o sol com seu brilho que faz brilhar até a nossa alma, e isso é muito bom, é gratificante, são coisas de Deus.