quinta-feira, 22 de março de 2012

Cinco dos 10 álbuns mais vendidos em 2011 foram de música religiosa

Padre Marcelo Rossi ocupa primeira posição, capitaneando grupo de mais três padres cantores que também aparecem entre os dez primeiros



A Associação Brasileira dos Produtores de Discos (ABPD) divulgou nesta quarta-feira (21) a lista dos CDs mais vendidos no Brasil em 2011 e os grandes recordistas de vendas foram os religiosos. Nem mesmo o sucesso internacional de Paula Fernandes e a febre nacional Luan Santana foram capazes de bater o padre Marcelo Rossi, que retornou ao topo das paradas capitaneando uma legião de padres cantores que ocuparam mais três posições no top 10:

Padre Robson (5º), Padre Fábio de Melo (6º), Padre Reginaldo Manzotti (7º). A envangélica Damares completa o grupo, na 9ª posição.

Na venda de DVDs, entretanto, os religiosos não foram tão fortes. Paula Fernandes garantiu a primeira posição, seguida por Adele, Luana Santana, Patati-Patatá e Balão Mágico, sendo esses dois últimos representantes de um segmento que tem crescido bastante, o de música infantil.


Segundo o Presidente da ABPD, Paulo Rosa, "o mercado de CDs e DVDs musicais no Brasil apresentou em 2008, 2009 e 2010, um quadro de estabilidade. Em 2011, o desempenho do mercado físico de CDs e DVDs, com crescimento de quase 8% em relação a 2010 foi influenciado de forma geral pelo bom desempenho da economia brasileira e do consumo interno aquecido. Alguns artistas/álbuns especificamente, entretanto, tiveram destaque especial e contribuíram decisivamente para este resultado.

De acordo com o balanço da ABPD, o mercado fonográfico brasileiro (incluindo formatos físicos - como CDs, DVDs e Blu-Rays - e formatos digitais) cresceu 8,47%, na comparação de 2011 com 2010. Em 2011 as vendas dos formatos físicos voltaram a crescer, tendo as maiores companhias em operação no país faturado R$ 312.346.247 em vendas.

Nenhum comentário: